Gaguez: um desafio à comunicação

As exigências laborais são cada vez maiores nos nossos dias. Não basta enviar um currículo que detalhe​ a nossa experiência profissional e esperar que o emprego esteja garantido. É necessário diferenciarmo-nos uns dos outros, mostrarmos e defendermos que somos a pessoa ideal para aquele cargo ou que merecemos a promoção. Então, como​ posso diferenciar-me num mercado laboral tão competitivo?

Para isto, a comunicação torna-se essencial. No momento de decidir o candidato ideal para a entrevista de emprego, é valorizado não só o que a pessoa diz, mas a forma como o diz, a segurança e confiança que transmite.

Para muitos de nós, situações importantes e decisivas como uma entrevista de emprego, a ​defesa de uma tese, uma ​apresentação de um trabalho ou a participação numa reunião podem ser sinónimo de coração acelerado, mãos suadas, garganta seca e voz trémula. Para quem gagueja, estas situações podem ser verdadeiros​ desafios e os​ sintomas mencionados​ podem exacerbar-se​.

A gaguez é uma perturbação da fluência, que pode interferir com a capacidade da pessoa se​ comunicar​ eficazmente​. A pessoa que gagueja pode utilizar repetição de sílabas ou sons, bloqueios, palavras ​partidas​, bem como apresentar em simultâneo comportamentos secundários, como movimento das extremidades do corpo, movimento da cabeça, expressões faciais, entre outros. A forma como a pessoa que gagueja comunica está relacionada com o contexto comunicativo e com os interlocutores. Logo, é fácil de compreender que situações comunicativas que sejam exigentes e que requerem uma maior preparação, como uma entrevista de emprego ou uma apresentação, possam​ facilmente gerar ansiedade na pessoa e levar a que​ esta gagueje ainda mais.

​Atentos a estas necessidades de comunicação profissional, na Consulta da Gaguez da Fisio S. Brás desenvolvemos um programa que trabalha com a pessoa que gagueja não só a fluência, facilitando o desenvolvimento de estratégias para modificação das disfluências (por ex., ​repetições e ​ bloqueios no discurso​),​ como também as competências comunicativas que permitam ao profissional​ desenvolver uma postura e atitude com maior segurança e confiança perante uma situação mais exigente a nível de comunicação​.

Mónica Rocha
Terapeuta da Fala especializada em gaguez
Responsável pela consulta da gaguez

Ana Sancho
Terapeuta da Fala especializada em voz
Responsável pela consulta da voz

Clínica Fisio S. Brás

Cofinanciado por: