TERAPIA DA FALA

Terapia da Fala

terapia_dafala_sansaudeintegrativa
Terapia da Fala

Terapia da Fala

O que é?

A terapia da fala é uma especialidade da área da saúde que tem como objetivo prevenir, avaliar, diagnosticar e intervir em  problemas relacionados com a comunicação humana, como a fala, a linguagem, a voz, a fluência, a motricidade orofacial e a deglutição.

“Ser terapeuta da fala é ouvir uma lágrima, articular uma emoção,vocalizar um desejo,ler a alma e escrever um sorriso.”                                                                              

Mara Behlau

EQUIPA DE Terapia da Fala

SAIBA MAIS SOBRE TERAPIA DA FALA

A quem se Destina

A terapia da fala destina-se a pessoas de todas as idades que ….

  • Tenham a sua capacidade comunicativa alterada assim como,funções orgânicas como a respiração, mastigação e a deglutição.

Quem pode beneficiar de terapia da fala:

  • Crianças que têm atrasos no desenvolvimento da linguagem;
  • Crianças que têm dificuldade na articulação dos sons da fala;
  • Crianças com dificuldades de aprendizagem da leitura e escrita,dislexia, disgrafia, disortografia e discalculia;
  • Pessoas com perturbações da comunicação e da relação;
  • Pessoas com alterações da motricidade orofacial e respiradores orais;
  • Pessoas com alterações da fala, como a apraxia da fala;
  • Pessoas com alterações na fluencia como gaguez e taquifemia;
  • Pessoas com dificuldades de comunicação relacionadas com problemas físicos ou sensoriais ou do neurodesenvolvimento como surdez, paralisia cerebral e autismo;
  • Pessoas que tiveram lesões cerebrais, como acidente vascular cerebral, traumatismo craniano ou doenças neurodegenerativas resultando em limitações comunicativas como afasia, disartria, apraxia.
  • Pessoas que têm dificuldades de deglutição devido a questões orgânicas (lesões na boca e garganta, cancro),  lesões cerebrais (ex: acidente vascular cerebral, doenças neurológicas).
  •  Pessoas com patologias vocais/laríngeas que causam alterações nos parâmetros de qualidade vocal – disfonia e afonia.

 É importante lembrar que cada paciente é único e o tratamento deve ser individualizado de acordo com as suas necessidades específicas.

Como é a intervenção?

O terapeuta da fala avalia as competências comunicativas de cada paciente e desenvolve um plano de intervenção individual consoante as suas dificuldades.

Esse plano terapêutico possui duas vertentes distintas:

-A intervenção direta, onde são aplicadas diferentes metodologias e técnicas por parte do terapeuta em contexto de sessão, que minimizam as dificuldades do paciente e potencializa as suas capacidades comunicativas. 

-A intervenção indireta, onde são passadas estratégias aos pais/ familiares  de modo a que o trabalho seja contínuo ao ambiente familiar e assim favorecer uma evolução terapêutica mais rápida.

No caso da terapia da fala pediátrica as técnicas e metodologias são sempre aliadas a atividades didáticas e lúdicas para que as crianças se sintam empenhadas e dedicadas a trabalhar as suas dificuldades. substituindo o sentimento de erro pelo sentimento de superação e perceberem que a comunicação é algo agradável.

A intervenção vai diferir consoante a área da comunicação ou deglutição que está alterada:

  Alguns exemplos:

– Terapia focadas nas alterações de linguagem: 

A linguagem é a organização mental de símbolos que ajudam a exprimir ideias, pensamentos e sentimentos. Pode ser exprimida de forma verbal/oral ou escrita.

É composta por várias áreas como semântica( reconhecimento,significado e relação entre as palavras), morfossintaxe(conhecimento implícito das regras sintáticas e morfológicas necessárias para a construção de frases gramaticais), fonologia(Reconhecimento dos sons da fala) e pragmática( capacidade de adequar a linguagem ao contexto).

A intervenção foca-se nas dificuldades de linguagem oral ou escrita como atrasos no desenvolvimento da linguagem, dificuldades na compreensão ou produção da linguagem, problemas de leitura e escrita, entre outros.

– Terapia focada nas alterações da fala:

A fala é o ato motor onde ocorre a movimentação das estruturas da fala ( bochechas, língua, dentes, palato, mandíbula, faringe, laringe) de acordo com os sons (fonemas) que queremos produzir, formando assim uma palavra.

A coordenação dos movimentos necessários para produzir os sons é chamada de articulação verbal.

A intervenção foca-se nas dificuldades de fala que estão relacionadas com as alterações das estruturas e na coordenação para uma produção harmoniosa. Por vezes, aquando uma alteração de fala, pode existir uma alteração de motricidade orofacial, sendo necessário combinar diferentes técnicas e métodos e realizar um raciocínio clínico que permita investigar e concluir a origem das alterações. 

-Terapia da fala focadas nas alterações da motricidade orofacial:

A motricidade orofacial relaciona-se com o desenvolvimento estrutural e funcional dos órgãos fonoarticulatórios ( língua, lábios, mandíbula, bochechas, rebordo alveolar, dentes, palato duro) e região cervical.

O comprometimento destas estruturas ao nível da sua configuração, mobilidade e tónus (força) podem influenciar a fala, deglutição e estilo de vida.

 

A terapia focada nas alterações da motricidade orofacial intervém ao nível das dificuldades de deglutição, dificuldades em articular sons da fala, controlo da saliva, simetria e mobilidade facial. Pode ser bastante útil em diagnósticos de Doenças Neurodegenerativas (Doenças de Parkinson, Esclerose Múltipla, Esclerose Lateral Amiotrófica…),paralisia Facial, paralisia cerebral, disfagia (Dificuldade de Deglutição).

-Terapia focadas nas alterações da Comunicação:

A comunicação é todo o processo em que ocorre uma troca de informação. Pode ser verbal, através de gestos, símbolos ou expressões. 

Está relacionada com a interação com os outros , a capacidade de compreender a reciprocidade da comunicação, que cada ação gera uma reação, que comunicamos para além do que dizemos através de gestos  expressão facial e que somos seres sociais feitos para partilhar experiências e vivências com quem nos rodeia.

A terapia focada nas alterações da comunicação pode intervir ao nível das dificuldades da interação relacionadas com alterações físicas,sensoriais ou do neurodesenvolvimento como surdez, paralisia cerebral. Os métodos e técnicas utilizados beneficiam por exemplo pacientes diagnosticados com perturbação do Espetro do Autismo.

-Terapia focada nas alterações de voz.

A voz é o conjunto de sons que produzimos, a partir da passagem de um fluxo de ar expiratório que permite a vibração das pregas vocais. Esse fluxo gera som que depois é modelado pelos órgãos ressonadores e articulatórios para formar os sons da fala.

Os métodos e técnicos associados à intervenção para alterações de voz são comumente utilizados para intervir com questões  relacionadas com qualidade vocal, como por exemplo rouquidão, dificuldade em manter a voz em níveis adequados de intensidade. Estes métodos são cada vez utilizados com profissionais da voz (ex: cantores) ajudando-os a cuidar do seu principal instrumento de trabalho e/ou em situações mais graves, na reabilitação perante uma alteração proveniente por exemplo de nódulos vocais. 

– Terapia focadas nas alterações da fluência:

A fluência é a capacidade de encadear os sons da fala de forma contínua, possibilitando assim um discurso fluente, com ritmo e pausas adequadas. Um discurso não fluente caracteriza-se por frequentes repetições ou prolongamentos de sons e sílabas.

As perturbações da fluência (gaguez e taquifemia) caracterizam-se de forma diferente de acordo com a sua origem. Uma lesão cerebral como um acidente vascular cerebral ou um traumatismo craniano pode ser responsável por uma gaguez, que neste caso tem uma origem neurológica. A maior parte das vezes, quando falamos de gaguez estamos a pensar numa perturbação da fluência, com origem na infância, que se enquadra numa perturbação do neurodesenvolvimento. 

A gaguez tem uma origem multifatorial, que inclui fatores genéticos, neurofisiológicos, ambientais e temperamentais que interagem entre si. Isso significa que a intervenção também deverá ter em consideração diversos fatores para alcançar uma maior eficácia. 

Na San-Saúde integrativa existe uma consulta especializada para as perturbações da fluência, especialmente focada na gaguez (crianças e adultos). 

Terapia focadas nas alterações da deglutição: 

A deglutição é um processo dinâmico, responsável pelo transporte eficaz do alimento desde a boca até ao estômago.

Existem métodos e técnicas específicas para intervir em problemas relacionados com a deglutição, como dificuldades em engolir alimentos ou líquidos.

Benefícios

Alguns dos benefícios da terapia da fala:

  • Melhoria da comunicação: A terapia da fala ajuda a melhorar a capacidade de comunicação das pessoas, tornando-as mais eficazes na transmissão das suas ideias e sentimentos.
  • Aumento da autoestima: Aqueles que têm problemas de comunicação muitas vezes têm uma autoestima frágil. A terapia da fala pode ajudar a fortalecer a autoconfiança e a autoestima.
  • Melhoria da deglutição: A terapia da fala também pode ajudar pessoas que têm dificuldades em engolir, melhorando a coordenação muscular e a força da boca e da garganta.
  • Melhora do desempenho escolar: A terapia da fala pode ajudar as crianças que têm dificuldades de aprendizagem a melhorar seu desempenho escolar, ajudando a desenvolver capacidades de leitura, escrita e compreensão da linguagem.
  • Redução do stress: Ajuda a lidar com a ansiedade e o stress que muitas vezes estão associados a problemas de comunicação.
  • Melhora da qualidade de vida: Ajuda a melhorar sua qualidade de vida, tornando as pessoas mais capazes de se comunicar de forma eficaz e participar mais plenamente nas atividades diárias.
Terapia da Fala na Clínica SAN Saúde Integrativa

Contamos com uma equipa de profissionais, que de forma competente e coordenada, trabalham em conjunto para contribuir para os objetivos comuns da terapia, definidos com o paciente. Contamos com um núcleo de profissionais de saúde alinhados na mesma filosofia de saúde, de dentro e fora da nossa equipa, de Portugal e do estrangeiro.

Que especialidades trabalham em conjunto com a Terapia da Fala?

A terapia da fala trabalha em estreita colaboração com outras áreas da saúde para fornecer uma intervenção mais completa e eficaz para os seus pacientes. Algumas das áreas da saúde com as quais a terapia da fala pode trabalhar incluem:

  • Psiconeuroimunologia (PNI)
  • Fisioterapia geral
  • Fisioterapia Respiratória
  • Fisioterapia Neurológica
  • Psicologia
  • Consulta do sono
  • Terapia Ocupacional 
  • Psicomotricidade
  • Osteopatia geral
  • Osteopatia pediátrica

Faça a sua marcação

Agende a sua consulta, terapia ou aula

Clínica SAN Saúde Integrativa

R. Dr. Evaristo Sousa Gago 5 RC A,
8150-139 São Brás de Alportel

Clínica Internacional de Vilamoura

Av. Tivoli, 8125-410 Quarteira

(+351) 289 845 131*

*Chamada para a rede fixa nacional de acordo
com o seu tarifário, em Portugal e em roaming

WhatsApp (+351) 934 342 636*

*Chamada para a rede móvel nacional

geral@sanintegrativa.pt

Siga-nos